publicado por nobilissimavisione | Sábado, 16 Maio , 2009, 14:20

Uma excelente ideia do Blasfémias. E com muito boa concretização prática.


publicado por nobilissimavisione | Sábado, 16 Maio , 2009, 13:53

Acabei de ler este livro de Jamsheed Marker, nomeado representante pessoal do SG da ONU para a questão de Timor-Leste em 1997, e portanto um dos protagonistas daquele período crucial. East Timor - A Memoir of the Negotiations for the Independence, publicado em 2003, é um livro bem escrito por um diplomata muito experiente, e isso é notório; o estilo é muito «diplomático», cheio de encómios, que são dispensados a todos os que ali são mencionados (salvo, talvez, ao General Wiranto). Na altura disse-se que o embaixador paquistanês teria mudado de uma posição inicialmente pró-indonésia para uma avaliação mais próxima das teses portuguesas, mas no livro, sempre muito comedido, não há sinais disso. Mas para a resposta ao mistério central deste assunto, porque é que a Indonésia, sem ninguém o esperar, colocou a possibilidade de abrir mão de Timor-Leste, quando muito provavelmente teria conseguido resolver o problema  - pelo menos durante uns tempos (longos) - através de um estatuto de autonomia, o livro pouco ajuda dá, para além de defender que foi uma opção pessoal de Habibie, fazendo uma comparação despropositada - como o Autor de certo modo reconhece - entre o então presidente indonésio e De Gaulle. Habibie é neste ponto a figura central, mas os seus motivos permancem obscuros: um genuíno compromisso com os Direitos Humanos e a autodeterminação? Ou uma medida realista para superar um problema internacional cujos prejuízos superavam os benefícios auferidos do domínio de meia ilha - num arquipélago com centenas - com um milhão de habitantes - 0,5 % da população da Indonésia - (mas então e o petróleo do Timor Gap)? Ou um enorme erro de cálculo? Infelizmente, as memórias de figuras políticas não são uma tradição na Ásia. Com este panorama, a figura histórica com que apetece comparar Habibie é Gorbachov (pelos vistos há algo no ex-presidente indonésio que parece suscitar comparações disparatadas). Até ver, ninguém lhe poderá negar um papel importante na independência de Timor-Leste.

 


mais sobre mim
Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15

17
18
21
22

25
26
27
28

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
subscrever feeds