publicado por nobilissimavisione | Sexta-feira, 22 Março , 2013, 17:47

Espanta-me o alvoroço criado com o imposto sobre os depósitos bancários em Chipre. Já estava na hora de pôr o capital a contribuir para o salvamento dos bancos, em vez de sobrecarregar exclusivamente os rendimentos do trabalho com essa tarefa - cuja inevitabilidade se funda sempre em considerações de elevada abstracção, como o risco sistémico, alheias a qualquer juízo de equidade. Dir-se-á que no caso dos pequenos aforradores a distinção entre rendimentos do trabalho e do capital é pouco nítida; então faça-se a diferença, isentando os depósitos de menor montante. Parece que é exactamente isso que o Governo cipriota não quer, por causa dos depositantes estrangeiros, russos e britânicos, que aproveitaram as condições ofereicdas pelo «paraíso fiscal». Mas afinal, o Governo de Chipre governa para quem?


mais sobre mim
Março 2013
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
23

24
25
26
27
28
29
30

31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO